Blefaroplastia

BLEFAROPLASTIA

Blefaroplastia

Nomenclatura: Blefaroplastia | Plástica de pálpebra
Região do corpo: Pálpebras
Anestesia: Local com sedação ou geral
Duração da cirurgia: 1 a 2 horas
Internação: Alta no mesmo dia
Cicatriz: De grau leve
Contra indicação: Problemas oculares ou de pele de grau elevado

 

Procedimento

 Visa melhorar a estética facial na região dos olhos através da remoção do excesso de pele ou bolsas de gordura nas pálpebras. O procedimento pode ser realizado nas pálpebras superiores e inferiores, de forma independente e, ainda associado a outros procedimentos como a elevação da cauda do supercílio, a correção de alterações como a ptose palpebral (queda das pálpebras) ou a ritidoplastia (plástica de face/lifting).

 

O procedimento realizado na parte superior habitualmente é feito através de incisões no sulco das pálpebras, removendo o excesso de pele, bolsas de gordura (medial e lateral) e as vezes de musculo. Nas pálpebras inferiores é possível retirar as bolsas de gordura (media, medial e lateral) via transconjuntival (pela mucosa, dentro das pálpebras), não havendo a necessidade de incisões, porém, sendo necessário retirar excesso de pele e/ou musculo, a incisão torna-se indispensável, mas as cicatrizes são de grau leve, sendo pouco perceptíveis.

A cirurgia pode ser realizada por indivíduos de ambos os sexos que apresentem alterações consideradas incômodas; além dos problemas estéticos, o excesso de pele nas pálpebras pode causar muito incomodo para leitura. A procura por tal procedimento é comum a pessoas acima dos 40 anos, ou hereditariedade.

 

Recomendações | Pré-operatório

  • Esclarecimento sobre a incisão (caso necessário), e tipo de anestesia
  • Evitar fumar duas semanas antes da cirurgia e nas duas semanas de pós-operatório para não comprometer a cicatrização.
  • Levar óculos escuros
  • Não utilizar maquiagem no dia da cirurgia
  • Comparecer acompanhado para a internação

 

Recomendações | Pós-operatório

  • Os pontos são retirados entre 5 a 7 dias após a cirurgia, podendo iniciar atividades leves.
  • Compressas frias nas primeiras 48h ajudam a diminuir o edema (inchaço)
  • O uso de lentes de contato deverá ser suspenso por dez dias
  • Os sinais pós-cirúrgico (equimoses/ arroxeamento da pele) deverão amenizar consideravelmente em aproximadamente 3 a 4 semanas
  • A utilização de colírios e pomadas oftálmicas pode ser receitada.

Agende uma avaliação agora! Ligue 4437-1818

Ou se preferir, deixe seus dados abaixo e nós entraremos em contato!